quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Oração da propina foi desmentida? Vídeos editados? Veja o que CF diz:
http://www.caiofabio.com/2009/conteudo.asp?codigo=05599

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

A Bíblia é inerrante, suficiente???


Eu não sei se você acredita na inerrância da Bíblia, mas o Ilmo. Obama não acredita,...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

"pai nosso" do profeta da prosperidade

Pai nosso, que estais nos céus,
Comercializado seja o vosso Nome.

Venha a nós muito dinheiro.

Seja feita a nossa vontade:
Mansões na terra e um lar no céu.
O milhão nosso de cada dia, nos dai hoje.

Perdoai as nossas dívidas,

Assim como nós as cobramos dos nossos devedores.

Não nos deixeis cair em nossas armações,

Mas livrai-nos do fiscal.

Porque este reino, e este poder,
São a nossa glória para sempre.


AMÉM.

Autor: Levi B. Santos

Fonte:
GENIZAH

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Oração da propina

http://www.youtube.com/watch?v=xuaRqvzX5jY


A religiosidade fingida, falsa e corrupta que acabamos de ver no vídeo acima, não tem nada haver com a religião pura, santa e piedosa ensinada e outorgada por Cristo. Aos que se decepcionam com homens corruptos e falsos digo: Olhe para o Autor e consumador da fé, Jesus Cristo. Os falsos religiosos, certamente terão que prestar contas diante do Grande Tribunal de Deus, mas se você deixar de seguir a Cristo por causa deles também estará lá, sem desculpas, pois cada um prestará contas de si mesmo a Deus! Olhe o exemplo de Cristo! Os bons homens também devem ser imitados, porém, acima de tudo, imite a Cristo!!!

Igreja, você sabe o que é uma igreja?

video

TEMA: MARCAS DE UMA IGREJA FIEL

TEXTO: 1 CORÍNTIOS 1.1-9

William Hendriksen observa:

Dentre todas as epístolas de Paulo não há outra que cubra uma tão ampla variedade de assuntos e problemas, cobrindo temas que vão desde litígios, casamento e divorcio, alimentos oferecidos aos ídolos, remuneração de ministros , conduta apropriada nos cultos , celebração da Ceia do Senhor , o falar em línguas , fé na ressurreição até exercício da caridade cristã .

A igreja de Corinto era difícil. Tinha vários pontos negativos. Mas, porque uma apresentação tão bela? Por mais que tenha problemas ainda era igreja de Deus. Os problemas da igreja lembram a posição dela, e o que são diante da santidade de Deus.

A cidade de “Corinto” – sua posição geográfica levou-a a posição próspera comercialmente, população crescente, transporte terrestre.

Com o avanço da cidade entrou a perversidade, vida imoral... No alto, templo de Afrodite oferecia as “mil prostitutas” aos homens da cidade. Também o templo de Apolo = música, poesia e representava a perfeição da afeição dos rapazes e de alguma forma do homossexualismo. Pessoas do mundo inteiro vinham a Corinto, e o mundo estava entrando na igreja. O termo “corintianizar”=imoral. Se quisessem apelidar alguém de imoral, chamava-o de corintianizado.

QUANDO UMA IGREJA PODE SER FIEL? QUANDO:

I – RECONHECE A AUTORIDADE DE SEUS LÍDERES – v.1

apóstolo= aquele mensageiro que fala tudo o que Deus ordenou. Por que Paulo começa assim?

Calvino diz que o propósito em fazer isso era “empregar a autoridade de seu ofício. Essa autoridade não dependia do julgamento ou opinião dos homens, e sim, exclusivamente, da chamada divina”.

Paulo enfrentava pessoas que negavam seu apostolado. Vejam: 9.1-6; 16.10-12

Ex.: Moisés perguntou em que nome ele iria falar, e Deus respondeu: EU SOU O QUE SOU te enviou. Mesmo assim alguns foram contra ele – Nm 12.6-8.

É bem verdade que muitos líderes têm machucado a igreja de Deus, mas a igreja fiel precisa reconhecer a autoridade de seus líderes, quando estes são reconhecidamente chamados por Deus.

II – RECONHECE A SUA VERDADEIRA IDENTIDADE – v.2-3

Ela tem a identidade de:

1. Igreja de DeusEk (para fora) +klesia (chamados) = chamados para fora, ou seja, chamados para fora do mundo para dentro da congregação ou assembléia de justos, santos, redimidos pelo sangue de Jesus. A igreja foi tirada do mundo para Deus, portanto ela não pertence ao governo, não pertence ao mundo, não pertence a homens e sim a Deus;

2. santificados ... para serdes santos.” – porque Deus nos chama, nos salva? “para sermos santos”. “seu povo não deixa o mundo, mas demonstra ao mundo que foi santificado em Cristo” – Simon Kistemaker. Os crentes foram separados por Deus para viverem vidas santas;

3. Unidos“com todos” – gentios e judeus como iguais na igreja de Jesus Cristo e também os associa a todos os crentes universalmente. Reunimo-nos em oração;

4. Servostodos têm um só Senhor, ao qual devemos ser fieis;

5. Teocêntrica“da parte de Deus nosso Pai...”, Paulo sabia que tudo vinha de Deus. Tanto que citou 5x o termo Deus;

6. Cristocêntrica “e do Senhor Jesus Cristo”. Este termo Paulo citou nove (9) vezes, mais um “nele”. A igreja que reconhece sua identidade coloca Cristo no centro de tudo em sua vida. Você está colocando Cristo nos cânticos, conversas, nos estudos seculares, nas confraternizações, nos negócios, etc..., saiba que somente fazendo isto você alcançará a graça e a paz que vêm de Deus em Cristo. Lembrem-se vêm de Deus, e não do pastor, departamentos, irmãos...

III – RECONHECE AS RIQUEZAS ADVINDAS DA PALAVRA – 4-8

1. Gratidão – v.4 = você já agradeceu por sua igreja? Pelos irmãos em Cristo? Paulo sempre agradeceu pela igreja de Corinto, mesmo com tantos problemas;

2. ‘... em tudo fostes enriquecidos nele, em toda a palavra... QUE RIQUEZAS SÃO ESTAS?

3. Dons – v.7; você tem exercitado os dons que Cristo tem lhe dado? Ou os têm enterrado?

4. Paciência: “aguardando vós...” indicando intensidade e zelo;

5. Irrepreensão v.8 – em Cristo nos tornamos irrepreensíveis pela Sua Palavra (Jo 17.17);

6. Confirmação – quem nos confirmará até o fim? CRISTO.

IV – RECONHECE A FIDELIDADE DE DEUS –V.9

1. Fiel é Deus”, o termo “fiel” primeiro para enfatizar que Deus é que é fiel e não o homem. Nós só podemos ser fiéis porque Deus 1º foi fiel a nós – Sl 89.30-37;

2. Fiel é Deus para quê? Para “chamar”. E por que Deus se compromete a nos chamar? É por que Ele fez a promessa de nos chamar ainda nos tempos eternos 2Tm 1.9;

3. Ele nos chamou a quê? À comunhão. Comunhão de quem?

4. Filho; Jesus; Cristo; Senhor. Quatro termos distintos, mas interligados.

COCLUSÃO: Deus não julga a sua igreja pelo seu tamanho, festas, euforia, tamanho ou beleza do templo, riquezas, número de batismos ou qualquer coisa desse tipo e sim Ele quer que sejamos encontrados fiéis.